segunda-feira, 2 de março de 2009

Intervenção artística desafia comunidade a ter novos olhares

Fotos: Felipe de Paula

Homens e mulheres bem vestidos, com feições melancólicas, segurando sacos de lixo, sentados em vários pontos das principais ruas de Ilhéus. Ao lado de cada um, uma placa dizia: “Outros Olhares”. Assim foi a intervenção artística realizada pelo Teatro Popular de Ilhéus, no final da tarde da última sexta-feira (27). “Nosso objetivo foi provocar a comunidade, desafiar todos a terem um novo olhar sobre os seres humanos que, diariamente, são ignorados”, disse o diretor do grupo, Romualdo Lisboa.

A reação da comunidade diante dos atores foi variada. Como foram orientados a não dizer uma palavra sequer, logo despertaram a curiosidade das pessoas que passavam por eles. Alguns demonstraram compaixão, enquanto outros especulavam o porquê da iniciativa. “Acho que isso é para mostrar o quanto deixamos de olhar o próximo”, sussurrou uma senhora após saber que se tratava de uma intervenção artística.

De acordo com Romualdo, o objetivo da iniciativa foi cumprido com sucesso. “Percebemos que, o fato dos atores estarem bem vestidos fez com que a comunidade se sentisse mais interessada pelos motivos de estarem nas ruas, diferente do que não acontece quando se deparam com mendigos. Com certeza a comunidade foi instigada a ter um novo olhar”, complementou o diretor do Teatro Popular de Ilhéus.

Os 10 atores e atrizes que participaram da intervenção “Outros Olhares” integram o elenco da nova produção do Teatro Popular de Ilhéus. O grupo que administra a Casa dos Artistas está montando “A vida de Galileu”, de Bertolt Brecht. “Galileu, com sua luneta, viu o universo de uma forma diferente. Com este novo espetáculo iremos estimular o público a ter um novo ponto de vista sobre a vida, a cidade e também sobre nosso espaço cultural”, disse Romualdo.

2 comentários:

ॐ Semente do Sol ॐ disse...

Uma boa ação... um novo olhar!

Anônimo disse...

Belo trabalho feito pelo grupo de artista. Essa ação deve ser refeita até um despertar para o assunto.