segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Casa dos Artistas de Ilhéus encerra ano com programação diversificada

Cinema, teatro, dança e música fazem parte da programação de dezembro da Casa dos Artistas de Ilhéus. O espaço cultural receberá grupos convidados e ainda embarca no clima natalino para oferecer atrações voltadas a públicos variados. “Já que dezembro é o período de férias, contaremos com atividades que podem ser apreciadas por toda família, mesclando diversão e momentos reflexivos”, afirmou o diretor Romualdo Lisboa.

O Cineclube Équio Reis, que acontece às 19 horas das quintas-feiras, dá prioridade ao cinema nacional. Os longas exibidos gratuitamente trazem temas ligados à família, amizade e quebra de preconceitos. O primeiro será “Abril Despedaçado”, de Walter Salles, no dia 03. No dia 10, será a vez de “O ano em que meus pais saíram de férias”, de Cao Hambúrguer. “Tapete Vermelho”, de Luiz Alberto Pereira, fecha a lista no dia 17. O Cineclube é uma iniciativa do Núcleo de Produção Audiovisual da Casa dos Artistas, integrante da rede Pontos de Cultura da Bahia - Secretaria de Cultura do Estado e Ministério da Cultura.

Para suceder a exposição “Todos Negros” foram convidados artistas plásticos regionais para uma mostra variada. A Galeria Hans Koella recebe óleos sobre tela de Catari Borges, Suca Moreira e C. Makalé, junto com a pintura em telha do artesão Marcos Silva. Devido ao sucesso de público, peças do museu Matamba Tombenci Neto, que compuseram a mostra em homenagem ao mês da consciência negra, continuam em exibição. As visitas podem ser feitas das 14h30min às 18h30min.

A A-RRISCA Cia. de Dança leva ao palco do Teatro Pedro Mattos sua mais nova montagem, “Lixo”, nos dias 11 e 12 às 20 horas. Segundo a diretora do grupo, Érica Ocké, o espetáculo procura conscientizar o público para a quantidade de lixo produzido e o destino dos resíduos. “Queremos provocar na platéia reflexões sobre o tema, através de uma linguagem corporal de fácil associação e assimilação”, informa.

A banda itabunense Roma Negra toma conta da Casa dos Artistas nos dias 18 e 19 a partir das 20 horas. Antes de entrar em estúdio para gravar seu primeiro cd, “Sem Fronteiras”, o grupo promete muita agitação mesclando pop-rock, hard-rock e blues. Roma Negra é composta por Rilson (voz e guitarra), Valmar (baixo e voz), Sérgio (guitarra e voz) e Wagner (bateria).

Nos dias que antecedem o Natal, a Casa dos Artistas deixa os limites físicos e deixa-se envolver pelo clima de celebração da vida. As apresentações acontecerão na porta do espaço cultural, a partir das 19 horas. No dia 21, os corais da Ceplac e da Igreja Batista Lindinópolis prometem emocionar o público. No dia 22, a Sociedade Filarmônica Capitania dos Ilhéos executa canções natalinas e outros clássicos da música brasileira e internacional. Encerrando a programação, a Cia. Boi da Cara Preta encena “o Auto do Boi da Cara Preta”, no dia 23.

A oficina “Arte da dança do ventre” integra ainda a programação da Casa dos Artistas. Às 19 horas das segundas e quartas-feiras, a professora Hadhija ensina dança do ventre a crianças, adultos e melhor idade. De acordo com ela, durante uma hora são trabalhados relaxamento, integração, alongamento e criatividade. As aulas avulsas custam R$ 15 e a mensalidade R$ 50.

Um comentário:

Soraya disse...

Como é bom e interessante saber que existem grupos e pessoas como o diretor teatral Romualdo Lisboa, que realisa um trabalho artístico, de tal importancia, nao somente para o público de Ilhéus, como para toda a Bahia...entre, gatos que nunca foram feras, e pseudo artistas que apenas encantam para uma mídia a qual necessitam,tem-se na iniciativa de alguém nascido e criado na cidade,a oportunidade de se mostrar ao público baiano uma qualidade de artistas, que foi a priori criado, lapidado e brilhante em sua própria terra....e isso é maravilhoso! Parabéns